FAMÍLIA ANTUNES DE SIQUEIRA


FORMULÁRIO PARA ATUALIZAÇÃO

FAMÍLIA DE
FRANCISCO ANTUNES 
 
1 FRANCISCO ANTUNES

CASOU-SE COM IZABEL DE CERQUEIRA
-Nasceram em Aboim da Nóbrega, Concelho de Vila Verde, Braga, Portugal
    
    FILHO:
Francisco Antunes de Siqueira

1.1 FRANCISCO ANTUNES DE SIQUEIRA

-Nasceu em 8 fevereiro 1762 na Paróquia de Nossa Senhora da assumpção 
do Couto de Alvim em Portugal.  

CASOU-SE COM TEODÓSIA DIAS PEREIRA

Filha de Jacob Dias de Carvalho e Francisca Pereira da Silva,  nasceu em 2 fevereiro 1747 
em Freguezia de Barbacena deste Bispado de Mariana e foi crismada em 12 fevereiro 1747. 
Batismos - Barbacena - aos 12-02-1747 THEODOZIA, nasceu aos doze digo dous de 
fevereiro, f.l. de Jaco Dias de Carvalho, natural da freguesia de S. Tiago de 
Antaens, Arc. Braga, e s/m Francisca Per.ª, natural de Taubaté, bispado de 
São Paulo; np de João Dias Soldado e de Magdalena Pires, nm de Manoel Pr.ª e 
Joana de Aguiar. Padr.: Antonio da Costa Nogr.ª e Theodosia ----------- (borrado)
Fonte:PROJETO COMPARTILHAR
web: http://geocities.yahoo.com.br/projetocompartilhar
e-mail: projetocompartilhar@yahoo.com.br
Coordenação:  Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira
Webmaster   :  Décio Martins de Medeiros
FILHOS :
Custódio Antunes de Siqueira
Francisco Antunes de Siqueira
Anacleto Dias de Siqueira
Joaquim Antunes de Siqueira
João Agostinho Siqueira

 1.1.1 Custódio Antunes de Siqueira
nasceu em 20 julho 1769 em Barbacena/MG e foi crismado em 7 agôsto 1769 em Barbacena/MG.

Batismos Barbacena - aos 07-08-1769 CUSTODIO 
nascido aos 20-07, f.l. de Francisco Antunes de Siqueira natural de N. Sra, da Assunção do Couto de ---ixa do Bobrega e s/m Theodozia Dias de Carvalho; np de Francisco Antunes e de Izabel de Siqueira da mesma freguesia; nm de Jacob Dias de Carvalho natural da freguesia de S. Thiago de Antaens com. de Valença Arc. de Braga e de Francisca Pereira da Silva, já falecida, natural da vila de Taubaté, Bispado de S. Paulo. Padr.: Custodio Francisco Pereira por pp e Maria, filha de Antonio Pinto da Silva.
 

1.1.2    Francisco Antunes de Siqueira 

nasceu  em 12 setembro 1766 e faleceu +/- 1829.

CASOU-SE COM Maria Angélica de Magalhães

filha de Bernardo de Magalhães e Joana Angélica Álvares. Maria nasceu em Freguesia de Nossa Senhora da Conceição  

das Catas Altas, no Bispado de Mariana (MG). 

Francisco Antunes de Siqueira e Maria Angélica de Magalhães tiveram os seguintes filhos:

 
Francisco Antunes de Siqueira 
Antônio Antunes de Siqueira    
Mariano Antunes de Siqueira
Felício Antunes de Siqueira
Justino Antunes de Siqueira
Manuel Antunes de Siqueira
Domingos Antunes de Siqueira  
Francisca Antunes de Siqueira
Maria Antunes de Siqueira
Ana Antunes de Siqueira
Bernardo Antunes de Siqueira
João Antunes de Siqueira
José Antunes de Siqueira
Joaquim Antunes de Siqueira
Marieta Antunes de Siqueira

OBSERVAÇõES 

    ALGUNS  pesquisadores DIVERGEM SOBRE OS PAIS DE FRANCISCO, MARIANO, FELÍCIO, JOSÉ, JUSTINO, MANUEL, DOMINGOS, FRANCISCA, MARIA, ANA, BERNARDO, JOÃO, JOSÉ ANTÔNIO ANTUNES DE SIQUEIRA, RELACIONADOS ABAIXO, CoNFORme  a seguir: 
- nO LIVRO "eNTRELAÇAMENTO GENEALÓGICO" DE jOSÉ cÔRTES sIGAUD E aGOSTNHO tEIXEIRA cÔRTES, CONSTA NAS PÁGINAS 18/19 QUE fRANCISCO aNTUNES DE sIQUEIRA E OUTROS COMO SENDO FILHOS DE mANUEL aNTUNES DE sIQUEIRA CC MARIA ANGÉLICA;

- nO LIVRO "OS CÔRTES" DE ÁTTILA AUGUSTO CRUZ MACHADO, NA PÁGINA 30, TAMBÉM CONSTA QUE OS PAIS DE FRANCISCO ANTUNES DE SIQUEIRA SÃO MANUEL ANTUNES DE SIQUEIRA CC MARIA ANGÉLICA;

- nOS E MAILS A SEGUIR CONSTAM QUE OS PAIS  SÃO FRANCISCO ANTUNES DE SIQUEIRA CC MARIA ANGÉLICA DE MAGALHÃES, vEJA:

----- Original Message ----- 
From: "Cau Barata" <genes_brasil@yahoo.com.br>
To: <GenealBr@yahoogrupos.com.br>
Sent: Thursday, November 17, 2005 1:06 PM
Subject: Re: [GBr] Mesquita(s) - e Antunes Siqueira p/ FORAIN e BRUNO e WALDIR
Prezado e ilustre amigo D. Bruno, 
Os nomes destes patriarcas Francisco Antunes-de Siqueira e de Maria Angélica de Magalhães, os tirei na leitura do casamento de seu filho Domingos Antunes de Siqueira, nascido em 1823, casado na Cidade de Ubá, Igreja Matriz de Saõ Januário (Livro 1.ð de Matrimônios, fl. 7), com Maria Emília de Oliveira, nascida em 1829, filha o Alferes João Antunes Nepomuceno e de Francisca Candida Umbelina. 
Abraços
Cau Barata

E MAIL 01

----- Original Message ----- 
From: "Cau Barata" <genes_brasil@yahoo.com.br>
To: <Gen-Minas@yahoogrupos.com.br>
Sent: Friday, November 18, 2005 11:53 PM
Subject: Re: [Gen-Minas] Maria Angélica Magalhães p/ Bruno e Luiz Hisse
Maravilhoso levantamento. 
Bruno, você se deu conta destas informações preciosas que nos trouxe Luiz Hisse. 
Inicialmente, confirma o nome de Francisco Antunes de Siqueira, conforme havia mencionado em mensagem anterior, segundo levantamentos que fiz nos livros da Igreja de São Januário de Ubá. Em seguida, confirma o apelido Magalhães, que os mesmos registros me haviam fornecido para Maria Angélica. 
E, por último, traça a sua (Bruno) ancestralidade pelo lado da Maria Angélica, de forma maravilhosa, com detalhamento, datas, etc. 
HIsse, super obrigado por estes esclarecimentos. 
Forte abraço
cAU BARATA

E MAIL 02

---- Original Message ----- 
From: "luizfhcastro" <luizfhcastro@ig.com.br>
To: <gen-minas@yahoogrupos.com.br>
Sent: Thursday, November 24, 2005 1:41 PM
Subject: [Gen-Minas] Francisco Antunes de Siqueira
Caros colegas pesquisadores. 
Saudações! 
Primeiramente quero agradecer ao Cau Barata pela mensagem. Jóia! Sempre 
solícito a nos dar a sua valiosa ajuda! 
Errei realmente a mensagem que enviei no dia 20. 
Peço desculpas pelo engano. Eu quis dizer que "Francisco Antunes de Siqueira 
casado com Theodora Dias Pereira são realmente os pais de Francisco Antunes de Siqueira casado com Maria Angélica de Magalhães." 
Ainda bem que foi bem recente, não é? 
Farei um breve relatório da ocorrência. 
Estou lendo minhas mensagens pelo "Outlook" e estou com um problema de 
configuração ainda, pois,leio as mensagens mas não consigo respondê-las. As 
respostas eu as tenho mandado como nova mensagem diretamente da "iG". 
Precipitei em colocar os dados de cabeça segurando e já pensando em digitar 
o manuscrito que me fora enviado de Mariana. 
Na maioria das vezes eu envio as mensagens sem relê-las. Posso dizer que sou 
um pouco descuidado nesse aspecto. Mas, doravante, quero me tornar mais 
cuidadoso e com menas pressa; pois, como acertadamente diz o ditado, esta é 
inimiga da perfeição. 
Felizmente esses nomes que fazem parte de minha família pela Carolina Augusta de Siqueira Castro estão corretamente computados desde o primeiro 
trimestre de 2003, sem equívocos. 
Cau, este Francisco Antunes de Siqueira da sua mensagem " ====== III-1. 
Francisco Antunes-de Siqueira III, natural de Angustura - Minas Gerais. 
Casado com Francisca Carolina Côrtes Couto." não é natural de Angustura, 
não. 
Os motivos que me levaram a achar isso são os seguintes: 
1 - Não descobri nos registros da paróquia de Lá, nada sobre o seu 
nascimento, batizado, casamento e óbito. Mas provavelmente ele morreu em Angustura. 
2 - No registro de casamento de sua filha Maria Rosa (Maria Roza), celebrado em Angustura no dia 22 de junho de 1850, diz ser ela natural "do Espirito 
Santo do Piahu", hoje, cidade de Piau. 
3 - A Maria Rosa nasceu no dia 04 de março de 1833. 
4 - A Maria Rosa é minha tia-bisavó, irmã de minha bisavó Carolina Augusta e entra na ascendência do Waldir Domingues de Araújo. 
5 - Já procurei registros sobre este grupo familiar em diversos arquivos da circunvizinhaças de Angustura, tais como Leopoldina, Conceição da Boa Vista, Além Paraíba, Juiz de Fora, Paula Lima, Piau, Santos Dumont, Rio Novo, Alto Rio Doce e Rio Pomba, no Estado de Minas Gerais; procurei até em Cantagala, 
no Estado do Rio de janeiro. Resultado: não encontrei nada! 
6 - Em Angustura não encontrei também neunhum batizado de filhos dele. Só encontrei registros de casamento e nascimento de netos, etc. 
Concluindo: vamos encontá-lo morando na região de Piau (MG), pelos idos de 1833. 
Penso que algum registro dele possa estar em Barbacena. Lá eu não pesquisei. 
Brevemente vou colocar a ascendência da Theodora Dias Pereira que já tenho em meus arquivos também desde 2003. Nessa eu posso dizer que avancei bem em um dos ramos. 
Sem mais para o momento, obrigado pela atenção. 
Um abração, 
Luiz Hisse 
São José dos Campos (SP) 
24-11-2005 
==================================== 

EMAIL 03 


Prezados e ilustres amigos, acho que houve alguma leitura errada, talvez pela ansia de querermos resultados tão esperado, ou seja: 
"Francisco Antunes de Siqueira casado com Maria Angélica de Magalhães são realmente os pais de Francisco Antunes de Siqueira casado com Theodora Dias Pereira. " 
Muito pelo contrário, os valiosos documentos relacionados por Hisse, 
dizem justamente o contrário. Está lá, o nome dos pais de João Agostinho = Francisco Antunes de Siqueira e Theodora Dias Pereira; 
e, mais adiante, deixa claro o nome dos pais deste Francisco Antunes de Siqueira = neto paterno de Francisco Antunes, e sua legitima mulher Izabel Serqueira". 
Enfim, o Francisco da Maria Angélica não são pais do Francisco da Teodora, muito pelo contrário, é filho deles. 
Francisco Antunes, casado com Isabel-se Siqueira, 
Pais de: 
I-1. Francisco Antunes-De Siqueira I, natural da Parochia de Nossa Senhora da assumpçaõ do Couto de Alvim em Portugal. Casado com Teodora Dias Pereira, nascida cerca de 1760, natural Freguezia de 
Barbacena deste Bispado de Mariana, talvez irmã de Francisca Dias Pereira, madrinha de batismo do filho deste casal, esposa de Joze Dias da Cruz. 
Pais de: 
== II-1. Capitão Francisco Antunes-de Siqueira II, falecido ceca de 1829. Este que consta dos livros de Ubá, casado com Maria 
Angélica-de Magalhães, natural da Freguesia de Nossa Senhora da Conceição 
das Catas Altas, no Bispado de Mariana (MG), filha de Bernardo-de Magalhães 
e de Joana Angélica Álvares. 
Pais de (entre outros): 
====== III-1. Francisco Antunes-de Siqueira III, natural de Angustura - 
Minas Gerais. Casado com Francisca Carolina Côrtes Couto. 
== II-2. João Agostinho-de Siqueira, nascido a 08.08.1787, e bat. a 
28.08., na Capela da Senhora Santa Anna filial da Matriz de Nossa Senhora da 
Conceiçaõ dos Carijos Comarca do Rio das Mortes Bispado de Marianna , pelo 
Reverendo Joze Moreira Fernandes. Foram padrinhos Joze Dias da Cruz e sua 
esposa Francisca Dias Pereira, na época residentes no Rio de Janeiro. 
Abraços 
Barata 
----- Original Message ----- 
From: "luizfhcastro" <luizfhcastro@ig.com.br> 
To: <Gen-Minas@yahoogrupos.com.br> 
Sent: Sunday, November 20, 2005 2:58 PM 
Subject: [Gen-Minas] Francisco Antunes de Siqueira 
Caros: 
Barata, Bruno, Waldir e demais pesquisadores da família Antunes de Siqueira. 
Francisco Antunes de Siqueira casado com Maria Angélica de Magalhães são 
realmente os pais de Francisco Antunes de Siqueira casado com Theodora Dias 
Pereira. Até então eu só havia lido o nome da Theodora Dias Pereira como 
sendo Teodósia Dias Pereira. 
No Arquivo Eclesiástico da Arquidiocese de Mariana, encontra-se o seguinte 
documento referente ao Padre João Dias Cerqueira: 
Documento: Oposição; 
Endereço: Armário 19, Pasta 699; 
Habilitando: Padre João Dias Cerqueira; 
Ano: 1840; 
Solicitei então a transcrição que me foi remetida. 
Transcrito por: Kelly Benzoni - Historiadora; 
Revisado por: José Geraldo Begname - Historiador; 
Vejam a seguir, para suas próprias conclusões: 
[Folha 4] 
[Certidão de Batismo] 
(...) Fortunato Gomes Casimiro Vigario Collado da Freguesia de Nossa Senhora 
da Conceiçam da Real Villa de Quelus e Cavalheiro da Ordem de Christo 
Certifico em com no livro setimo dos baptizados// 
[Folha 4v] 
Desta Freguesia a folhas quatro se encontra o assento seguinte = Aos vinte 
oito do mes de Agosto de mil setesentos e oitenta e sete na Capella da 
Senhora Santa Anna filial da Matris de Nossa Senhora da Conceiçaõ dos 
Carijos Comarca do Rio das Mortes Bispado de Marianna baptizou e pos os 
Santos Oleos o Reverendo Joze Moreira Fernandes a Joao Agostinho innocente 
filho legitimo de Francisco Antunes de Serqueira, e de Theodora Dias Pereira 
nascido aos Oito do dito mes foraõ Padrinhos Joze Dias da Cruz morador na 
Cidade do Rio de Janeiro por Procuraçaõ que apresentou Joze Henriques 
Brandao, e Francisca Dias Pereira sua mulher e para constar mandei fazer 
este assento extrahido de outro que asignei. O Vigario Fortunato Gomes 
Casimiro (...) 
[Folha 4v] 
[Sentença de Genere] 
(...) Vistos estes autos de Genere do Habilitando Joao Dias de Sequeira 
[sic] por justificaçaõ de Fraternidade e mais documentos juntos = Delles 
semostra que o Habilitando he o mesmo natural e baptizado na Freguezia da 
Villa de Quellus filho legitimo de Francisco Antunes de Siqueira [sic] e de 
Theodora Dias Pereira aquelle natural da Parochia de Nossa Senhora da 
assumpçaõ do Couto de Alvim em Portugal e esta da Freguezia// 
[Folha 5] 
de Barbacena deste Bispado que he neto paterno de Francisco Antunes, e sua 
legitima mulher Izabel Serqueira ambos naturais de Portugal, pelo lado 
materno he sobrinho do Padre Joze Dias de Carvalho por ser este inteiro, e 
legitimo Irmao da Mai do Habilitando e Mostra se dos Autos que este se 
habilitou Canonicamente por este Bispado para Ordens Sacras (...) 
"Obs: Não há mais dados genealógicos neste processo de oposição, que é um 
processo de habilitação para q. o Padre interessado ocupe uma vaga em alguma 
paróquia. Neste caso, o Padre João Dias Cerqueira, habilitou-se para uma 
vaga na Igreja Paroquial da Vila do Pomba. O restante do documento, que tem 
56 folhas, são petições e atestados do bom comportamento do Padre." 
Um abração a todos, 
Luiz Hisse 
São José dos Campos (SP) 
20-11-2005

- ANOTAÇÕES DE ASTOLFO DE ARAUJO CÔRTES:

1. 1. 2. 1   FRANCISCO ANTUNES DE SIQUEIRA

- faleceu em 23 agosto 1881

CASOU-SE COM FRANCISCA CAROLINA CÔRTES COUTO

1.1.2.1.1  ANTÔNIO COUTO ANTUNES DE SIQUEIRA

Casou-se com  AMÉLIA PEIXOTO

1.1.2.1.1.1   BALBINA PEIXOTO DE SIQUEIRA

1.1.2.2.1.2    SEBASTIÃO PEIXOTO DE SIQUEIRA  

1.1.2.1.2  ANA COUTO ANTUNES DE SIQUEIRA

CASOU-SE COM  MAURICIO  MATEUS

1.1.2.1.3 FRANCISCO  ANTUNES DE SIQUEIRA JUNIOR 
 nasceu  +/-1830.
Francisco casou-se com Maria Balbina de Figueiredo Côrtes, filha de Tenente Joaquim Cesário de Figueiredo e Maria Jesuína Côrtes Couto, +/+1857. Maria nasceu Angustura/MG em 14/11/1834. Ela faleceu >23/08/1831.
Eles tiveram os seguintes filhos:

1.1.2.1.3.1 Ana Carolina Siqueira Côrtes.
1.1.2.1.3.2  Antônio Antunes de Siqueira foi crismado em 4 março 1858 em Fazenda da Barra em Angustura/MG. Ele faleceu >22;10/1881.
1.1.2.1.3.3  Maria Angélica Siqueira Côrtes foi crismada em 9 abril 1863.
1.1.2.1.3.4  Amélia Augusta de Siqueira Côrtes.
Amélia casou-se com José Eugênio de Castro, filho de Francisco Eugênio Castro e Dometilde Amélia de Figueiredo Côrtes.
1.1.2.1.3.5  Lucas Antunes de Siqueira Côrtes.
1.1.2.1.3.6  Joaquim Antunes de Siqueira foi crismado em 13 junho 1861 em Angustura/MG. Ele faleceu em 12 agôsto 1862 em Angustura/MG.
1.1.2.1.3.7    Francisca Antunes de Siqueira faleceu em 1 março 1863 em Angustura/MG.

1.1.2.1.4 MARIA ROSA COUTO ANTUNES DE SIQUEIRA nasceu  em 4 março 1833 e faleceu em 14 junho 1918.  
nasceu  em 4 março 1833. Ela faleceu em 14 junho 1918 em Madre de Deus do Angu, atual Angustura (MG)..

Maria casou-se com Antônio Manuel Domingues, filho de Domingos Domingues e Maria Luiza Esteves. Antônio nasceu em 13 junho 1807 em Portugal. Ele faleceu em 10 agôsto 1875 em Fazenda Trimonte Providência/Mg e foi enterrado em Madre de Deus do Angu, atual Angustura (MG).
O português Antônio Manoel Domingues tinha o apelido de Carcacena. O apelido era porque ele gostava de narrar as aventuras do livro "Carcaceno" e contava para os amigos os episódios do livro como fosse ele o personagem , tendo com isto o alcunha de Carcacena. Antônio Domingues veio de Portugal com a idade de 11anos. Foi dono da Fazenda Trimonte.

Antônio e Maria tiveram os seguintes filhos:
1.1.2.1.4.1  Maria Amélia Siqueira Domingues nasceu  em 1855 e faleceu em 6 março 1930. 
1.1.2.1.4.2  Virgínia de Siqueira Domingues nasceu  em 1858.
1.1.2.1.4.3 Francisca de Siqueira Domingues nasceu  em 8 julho 1860 e faleceu em 13 novembro 1946.
1.1.2.1.4.4  Antônio Manoel Domingues nasceu  em 14 março 1862 e faleceu em 3 julho 1909.
1.1.2.1.4.5.  Alexandrina de Siqueira Domingues nasceu  em 7 setembro 1863.
1.1.2.1.4.6  José Augusto de Siqueira Domingues
1.1.2.1.4.7  Anna Siqueira Domingues
1.1.2.1.4.8  Rita de Siqueira Domingues.

1.1.2.1.5 CAROLINA COUTO ANTUNES DE SIQUEIRA
nasceu +/- 1835 em Piau/Mg. Ela faleceu em 14 novembro 1880 em Volta Grande/Mg (Trimonte).
Carolina casou-se com Joaquim Antônio Teixeira de Castro +/- 1855. Joaquim nasceu em 1817 em Portugal. Ele faleceu em 31 janeiro 1893 em Volta Grande/Mg (Trimonte).

1.1.2.1.6 eufrosina COUTO ANTUNES DE SIQUEIRA 
Nasceu  +/-1840 e foi crismada em Espírito Santo do Piau/MG. Ela faleceu em Angustura/MG.

No dia 24 de janeiro de 1863, na igreja de Madre de Deus de Angu (hoje, Angustura), foi realizado o casamento de Domingos Antonio Apóstolo, natural de Espírito Santo, Portugal, com Euphrosina Amélia de Siqueira, natural de
Espirito Santo do Piahu (Piau, Minas Gerais), filha de Francisco Antunes de Siqueira, fallecido e de Francisca Carolina Costa. Oficiante: Padre Henrique de Souza Borges Accioli.
----- Original Message ----- 

From: "luizfhcastro" <
To: <Gen-Minas
Sent: Sunday, November 20, 2005 11:17 PM

Subject: [Gen-Minas] Antunes e Castros 

Caro Waldir. 
Saudações! 
Como sabemos há necessidade de se pesquisar mais sobre o Francisco Antunes de Siqueira da geração (IV) e seus irmãos.Como eu já havia lhe mandado os dados da Família Castro há tempos, fiz um fragmentado resumo dos mesmos para tentar esclarecer a dúvida citada. Sobre a Francisca Carolina: nos registros de Angustura do casamento de Eufrosina Amélia de Siqueira (Euphrozina Amelia de Siqueira conforme a grafia da época) quando já era viúva, o seu nome era Francisca Carolina Costa. Uma de suas netas também me contou que ela havia mudado o seu nome. Nos meus registros estou mantendo o nome Francisca Carolina Cortes Couto. Não consegui mais dados sobre ela e essas histórias, não. 
Um abração. Luiz Hisse

CASOU-SE COM DOMINGOS APÓSTOLO, em 24 janeiro 1863. Domingos nasceu em Espírito Santo, Portugal.
Eles tiveram os seguintes filhos:

1.1.2.1.6.1 Domingos Apóstolo nasceu em 18 julho 1864 em Angustura/MG e foi crismado em 22 março 1865 em Fazenda do Trimonte.
1.1.2.1.6.2 Maria Apóstolo nasceu em 25 novembro 1865 em Angustura/MG e foi crismada em 30 junho 1867 em Fazenda do Trimonte .
1.1.2.1.6.3 Antônio Apóstolo nasceu em 28 dezembro 1869 em Angustura/MG e foi crismado em 13 junho 1870 em Fazenda do Trimonte.
1.1.2.1.6.4 João Apóstolo nasceu em 10 dezembro 1872 em Angustura/MG e foi crismado em 13 junho 1873 em Fazenda do Trimonte.
1.1.2.1.6.4
José Apóstolo nasceu em 18 setembro 1875 em Angustura/MG e foi crismado em 10 novembro 1875 em Fazenda do Trimonte.

1.1.2.1.7 JOSÉ COUTO ANTUNES DE SIQUEIRA

CASOU-SE COM  MARIA.....
Eles tiveram a seguinte filha
:
1.1.2.1.7.1 Maria da Glória de Siqueira.

1.1.2.1.8 Antônio Antunes de Siqueira

 nasceu em 1848 em Angustura-MG e foi crismado em 21 janeiro 1949 em Angustura-MG.
Ocupação: tenente - fazendeiro
Educação: Militar
Religião: Católica Apostólica Romana
Foi batizado na igreja de Madre de Deus do Angu. Foram padrinhos:
 
Francisco de Assis Manso da Costa Reis (primeiro comandante geral da Polícia 
Militar de Minas Gerais) e Francisca de Paula Monteiro Nogueira da Gama 
(sua primeira esposa). Oficiante: Padre Vicente Ferreira Monteiro de Castro.
Em 8 de julho de 1893, venderam ao major João Batista de Barros Faria, a fazenda Santa Teresa, situada no distrito de São Luís, hoje Trimonte, município de Volta Grande (MG), com 24 alqueires de terras, pelo preço de 20:000$000 (vinte contos de réis). Cartório de Notas de Além Paraíba (MG), livro 18, às folhas 48 a 49 verso.
Antônio casou-se com Ana Elisa Vidal Leite Ribeiro, filha de Manoel Vidal Leite Ribeiro e Maria Teresa Vidal Leite, em 26 agôsto 1871 em Madre de Deus do Angu, atual Angustura (MG). Ana nasceu em Leopoldina-MG.
Eles tiveram os seguintes filhos:

1.1.2.1.8.1 Athos Ribeiro de Siqueira.

1.1.2.1.8.2  Abel Brasil Ribeiro de Siqueira nasceu  em 1882 e faleceu em 1937.

1.1.2.1.8.3  Maria Ribeiro de Siqueira.

1.1.2.1.8.4 Josefina Ribeiro de Siqueira.

1.1.2.1.8.5  Antônio Eulálio Ribeiro de Siqueira.

1.1.2.1.8.6  Alzira Antonieta Ribeiro Siqueira.

1.1.2.1.8.7  Judith Ribeiro de Siqueira.
1.1.2.1.8.8  Vera Ribeiro de Siqueira.
1.1.2.1.8.9  Olga Ribeiro de Siqueira.

1.1.2.1.9 Maria José Vilas Boas de Siqueira

 nasceu em 28 janeiro 1862 em Madre de Deus do Angu, atual Angustura (MG) e foi crismada em 9 setembro 1861 em Madre de Deus do Angu, atual Angustura (MG) .

Foi batizada na igreja de Madre de Deus do Angu, atual Angustura (MG). Foram padrinhos: o capitão José Antunes de Magalhães e Lourença Emília Vilas-Boas. Oficiante: Padre José Antunes de Siqueira. Residia em 1906, na fazenda Paraíso, em Providência, município de Leopoldina(MG).Segunda baronesa de Bonfim. FAZENDA PARAÍSO, a JÓIA DE VALENÇA, RJ. Uma trama familiar no 2ð Reinado do Brasil Imperial Colaboração de Anibal de Almeida Fernandes  Esta fazenda Paraíso, pertencia  a João Pedro Maynard,  freqüentador da Corte Real Portuguesa e  companheiro das farras dos príncipes Miguel e seu irmão Pedro, futuro Imperador do Brasil e, ambos, futuros reis de Portugal. Domingos Custódio Guimarães, 1ð Barão a 6/12/1854 e Visconde de Rio Preto em 1867 ao desfazer a sociedade comercial Mesquita& Guimarães no transporte de carne mineira para abastecer à cidade do Rio de Janeiro e à Corte Imperial, de seu sócio, banqueiro e íntimo de Pedro I, José Francisco de Mesquita (1790-1873), Barão em 1841, Visconde a 2/12/1854, Conde em 1866 e Marquês de Bonfim em 1872, estava riquíssimo e resolveu empregar seu dinheiro em um negócio que estava começando a chamar a atenção dos empreendedores da época: a cultura cafeeira que dava menos despesa que a cana de açúcar.O futuro Barão/Visconde do Rio Preto incumbe o seu sobrinho, Joaquim Custódio Guimarães, de comprar terras na região fluminense, próximas à Corte. Ele compra em Minas: Sta. Quitéria, Montacavalo, Mirante e São Bento e no Rio: a Loanda e Paraíso, que pertenciam a João Pedro Maynard, e mais: Criméia, São Leandro, Sta. Tereza. São Policarpo, Sta. Bárbara, União, Sta. Genoveva, Mundo Novo. Essas 14 fazendas produziam 60.000 arrobas de café por ano, o que daria uma renda anual ao Visconde de US$ 735.000 (considerando-se a saca de 60 kg, sendo vendida a R$ 150,00 e o U$ valendo 3,00), ou seja uma verdadeira fortuna para o custo de vida da época!!!Com a compra da Paraíso, com seus 500 escravos e uma banda de música de 50 figuras, temos o início desta trama familiar que une pessoas e as províncias de Minas e Rio numa teia de parentescos sanguíneos e contra parentescos que vem desde o início do século XIX até os dias de hoje, vamos aos fatos.1ð) Joaquim Custódio Guimarães comprou a Paraíso por indicação do Capitão Domingos Antonio Ribeiro do Valle que é filho de João Ribeiro do Valle que é irmão de Felisberto Ribeiro do Valle, meu 6ð avô, ambos filhos de Antonio Ribeiro do Valle, todos de São João d’El Rei, MG.Esse Joaquim Custódio Guimarães, sobrinho do Visconde, vem a se casar com uma filha de Domingos Antonio Ribeiro do Valle. Temos cá, a união do sangue Guimarães do Visconde do Rio Preto com o sangue Ribeiro do Valle. Há uma tradição oral em minha família que informa sobre a 2® mulher do Visconde do Rio preto, Maria das Dores de Carvalho, fal. A 12/1/1873, ser tia de minha avó, mas eu não consegui estabelecer a ligação entre o Carvalho de Maria das Dores, que vem de seu pai Joaquim Inácio de Carvalho, com o meu Carvalho que vem do 1ð Barão de Cajurú.2ð) João Gualberto de Carvalho, foi o 1ð Barão de Cajurú a 30/6/1860 tendo como recomendação, dentre outros, do então Visconde de Bonfim, José Francisco de Mesquita. O 1ð Barão de Cajurú é casado com Ana Inácia, filha de Inácio Ribeiro do Valle. Este Inácio é filho do Felisberto e é sobrinho do João Ribeiro do Valle ou  seja, o pai da mulher do 1ð Barão de Cajurú é primo irmão do Domingos Antonio Ribeiro do Valle cuja filha se casou com o sobrinho comprador de fazendas do Visconde do Rio Preto. Temos cá, o contraparentesco entre o sangue Carvalho do meu 4ð avô, 1ð Barão de Cajurú, com o sangue Guimarães do Visconde do Rio Preto e o parentesco do sangue Ribeiro do Valle com o sangue Guimarães do Visconde do Rio Preto e, também, a ligação social entre o Marquês de Bonfim e o 1ð Barão de Cajurú.3ð) Com a morte do Visconde do Rio Preto em 1868, no meio da magnífica festa que dava na Paraíso para comemorar a inauguração do ramal Paraibuna-Porto das Flores, da estrada de ferro União Indústria, a fazenda vai para seu filho Domingos, 2ð Barão de Rio Preto, que, ao morrer em 1876, deixa a  Paraíso para seu filho também Domingos (Dominguinhos), que é casado com uma filha de Manoel Vieira Machado da Cunha. Barão d’Aliança, que comprou a Paraíso do genro de 1895. Este Barão d’Aliança é sobrinho de José Vieira Machado da Cunha, 1ð Barão do Rio das Flores, que é casado com Maria Salomé que é irmã do meu bisavô João Antonio de Avellar e Almeida e Silva que é casado com uma neta do 1ð Barão de Cajurú. Temos cá, o parentesco entre o sangue Carvalho do meu 4ð avô, 1ð Barão de Cajurú, e o sangue Avellar e Almeida do meu 4ð avô Manoel de Avellar e Almeida, com o sangue Guimarães do Visconde do Rio Preto.4ð) Em 1912, a Paraíso é vendida pelo barão d’Aliança ao major Galileu Belfort de Arantes que é sobrinho do Visconde de Arantes e é neto de Antonio Belfort de Arantes, 1ð Barão de Cabo Verde (quem por sua vez, é sobrinho de Manoel Rufino de Arantes, meu 4ð avô, e de sua mulher Ana Joaquina de Carvalho, que é irmã de João Gualberto de Carvalho, 1ð Barão de Cajurú). A mulher do 1ð Barão de Cabo Verde é Maria Custódia Ribeiro do Valle, que é irmã de Ana Inácia Ribeiro do Valle casada com João Gualberto de Carvalho, 1ðs Barões de Cajurú. O Visconde de Arantes é casado com uma filha dos 1ðs Barões de Cajurú.Temos cá, o grand finale desta secular teia/trama familiar construída desde o 1ð quartel do século XIX, com a junção do sangue Guimarães, do sangue Carvalho, do sangue Ribeiro do Valle, do sangue Avellar Almeida e do sangue Arantes que, através de um trineto do 1ð Barão de Cabo Verde (que é meu tio tetravô), é o atual proprietário da fazenda Paraíso, agora de gado leiteiro e não mais do café que foi o grande articulista social/financeiro desta fazenda cuja casa solarenga, imponente, elegante e requintada, é considerada por Taunay e o Conde d’Eu como o mais belo palacete brasileiro.
Fontes:
O Vale do Paraíba, Eloy de Andrade, Real Gráfica, Rio de Janeiro, 1989, pgs.: 205 a 208, 220, 299, 309.
História de Valença 1803-1924, Luis Damasceno Ferreira, 

        Graphica Editora Paulo Pongetti, R.J, 1925.
A Família Arantes, Américo Arantes Pereira, Legis Summa, 
Ribeirão Preto, 1993.
A Família Ribeiro do Valle, José Ribeiro do Valle, pgs. 12 e 57.
Dicionário das Famílias Brasileiras, Cunha Bueno, Brasília, 2000
Anuário Genealógico Brasileiro Ano I, II, III, IV, VI, VII e IX. 
Revista Genealógica Latina, Vol. XII, 1960.

Maria casou-se com José Jerônimo de Mesquita, filho de Jeronymo José de Mesquita e Elisa Maria de Amorim, em 29 julho 1879. José nasceu em 15 novembro 1856 em Rio de Janeiro/RJ. Ele faleceu em 28 setembro 1895 em Rio de Janeiro/RJ.

Segundo barao de Bonfim.Foi abastado capitalista,fazendeiro e proprietario.Era comendador da Imperial Ordem da Rosa.

José e Maria tiveram os seguintes filhos:
1.1.2.1.8.1José Jerônimo  de Mesquita nasceu  em 1888 e faleceu em 1944.

José Jerônimo de Mesquita - 2º Tenente – Filho de Jerônimo José de Mesquita e de d. Maria Luisa de Mesquita – Faleceu em Combate, no dia 2 de Novembro de 1944 – Agraciado com as Medalhas de Campanha, Sangue do Brasil e  
Cruz de Combate de 2º  Classe.

1.1.2.1.8.2  Francisca de Paula de Mesquita nasceu  em 31 maio 1881 e faleceu em 1982.
1.1.2.1.8.3  Maria José de Mesquita nasceu em 1887 em Leopoldina/MG. Ela faleceu em 1980 em Rio de 
Maria casou-se com Paolo Morcaldi. Paolo faleceu em 1964 em Roma/IT.
1.1.2.1.8.4.  Antônio José de Mesquita e Bonfim nasceu em 1893 em Leopoldina/MG. Ele faleceu em 1955 em Rio de Janeiro/RJ.
1.1.2.1.8.5 Jerônima de Mesquita.

1.1.2.1.9 Maria Angélica Vilas Boas de Siqueira 
Maria casou-se com Francisco de Paula Vilas Boas Côrtes, filho de Manuel Gonçalves de Figueiredo Côrtes e Inácia Alexandrina Vilas Boas Coutinho, em 2 dezembro 1871.

Filho de MANUEL GONÇALVES CORTES & INÁCIA ALEXANDRINA VILAS-BOAS CORTES.
Nascimento: em ANGUSTURA (MG).
Casou com MARIA ANGÉLICA DE SIQUEIRA CORTES, filha de 
ANTÔNIO ANTUNES DE SIQUEIRA - MAJOR & JOSEFINA EMÍLIA DE VILAS-BOAS GODÓI, 2/12/1871 em ANGUSTURA(MG). Nascimento: 1861 em ANGUSTURA (MG). Batizada a 9/9/1861 em ANGUSTURA(MG). Ocupação: PRENDAS DOMÉSTICAS.FOI BATIZADA NA IGREJA DE MADRE DE DEUS DO ANGU (ANGUSTURA, MG). PADRINHOS:CAPITÃO JOSÉ ANTUNES DE MAGALHÃES E LOURENÇA EMÍLIA VILLAS BOAS. CELEBRANTE: PADRE JOSÉ ANTUNES DE SIQUEIRA.

Francisco e Maria tiveram os seguintes filhos: 
 1.1.2.1.9.1
Luíza de Siqueira Côrtes.
 
1.1.2.1.9.2 Rita de Cássia de Siqueira Côrtes nasceu  em 21 fevereiro 1873.
 1.1.2.19.3
Armando de Siqueira Côrtes.
Armando casou-se com (1) Virgínia Andreza da Silva.
Armando também casou-se com1 (2) Virgínia Domingues.
 1.1.2.1.9.4
  Josefina de Siqueira Côrtes.
 1.1.2.1.9.5
  Antônio de Siqueira Côrtes.
 1.1.2.1.9.6
  Guiomar de Siqueira Côrtes.

 1.1.2.1.10 Antonio Antunes de Siqueira

 nasceu em 1853 em Ubá/MG. Ele faleceu em 23 fevereiro 1935 em São José do Calçado/ES.

Antonio casou-se com (1) Umbelina Elvira de Figueiredo Firmo, filha de Carlos Rodrigues Firmo e Maria Magdalena

Pinto Figueiredo, em 1853. Umbelina nasceu em Bom Jesus do Itabapoana/RJ.

Eles tiveram os seguintes filhos: 

 1.1.2.1.10.1 Maria Firmo de Siqueira

 1.1.2.1.10.2 Antônia Firmo de Siqueira

 1.1.2.1.10.Carlos Antunes de Siqueira

 1.1.2.1.10.Umbelina Antunes de Siqueira

 1.1.2.1.10.Gertrudes Antunes de Siqueira

 1.1.2.1.10.6  Felicio Antunes de Siqueira Neto

 1.1.2.1.10.Sebastião Antunes de Siqueira.

Antonio também casou-se com1 (2) Ursula Dias Fragozo em 6 fevereiro 1897 em Bom Jesus do Itabapoana/RJ. Ursula nasceu em Bom Jesus do Itabapoana/RJ.
Matriz de BJI. Livro de Casamentos 3 / p. 34 

Antonio e Ursula tiveram os seguintes filhos: 

 1.1.2.1.10.8a  Ursulina Antunes de Siqueira.

Antonio também casou-se com1 (3) Maria Amélia da Costa Ribeiro, filha de João Caetano da Costa Ribeiro e Amélia

Maria da Conceição, em 11 julho 1900 em Bom Jesus do Itabapoana/RJ. Maria nasceu em 1875 em Bom Jesus do

 Bom Jesus do Itabapoana/RJ. Ela faleceu em 13 junho 1965.Matriz de Bom Jesus do Itabapoana - Livro

BATISMOS 01 / p. 167. 

MARIA. Aos seis dias do mês de Abril de 1876 nesta Igreja baptizei 

solemnemente a parvola Maria nascida a 23 _____ de 1875, filha 

legítima de Caetano Ribeiro Amélia Maria da Conceição. Forão 

padrinhos Francisco Teixeira de Siqueira Sobrinho e Maria Amélia 

Teixeira. Do qual lavrei este termo que assigno. † João Baptista Spinelli

Antonio e Maria tiveram os seguintes filhos:

            1.1.2.1.10.9b  Antonio Antunes de Siqueira Filho

1.1.2.1.10.10b  Braz Antunes de Siqueira.

1.1.2.1.10.11B  José Antunes de Siqueira nasceu em Itaperuna/RJ. Ele faleceu em Rio de Janeiro/RJ. 

1.1.2.1.10.12b João Antunes de Siqueira

1.1.2.1.10.13b.  Antonino Antunes de Siqueira

1.1.2.1.10.14b  Gastão Antunes de Siqueira faleceu em 2003. 

1.1.2.1.10.15b  Joviano Antunes de Siqueira

1.1.2.1.10.16b  Otaviano Antunes de Siqueira

1.1.2.1.10.17b  Maria Amélia da Conceição Antunes de Siqueira 

nasceu  em 15 janeiro 1917 e faleceu em 19 junho 2005.


1.1.2.2 
ANTÔNIO ANTUNES DE SIQUEIRA  
- nasceu  em 1810 e faleceu em 13 julho 1874

CASOU-SE COM JOSEPHINA VILAS BOAS AZEREDO COUTINHO  

Veja DESCENDÊNCIA E ASCENDÊNCIA

1.1.2.3    JOÃO ANTUNES DE SIQUEIRA

1.1.2.4     BERNARDO ANTUNES DE SIQUEIRA  
nasceu por volta de 1818, e retirou-se do berço dos Antunes de Siqueira, e tomou o rumo da Vila de São Januário de Ubá.
Fonte:Original Message ----- 
From: "Cau Barata" <genes_brasil@yahoo.com.br>
To: <Gen-Minas@yahoogrupos.com.br>
Sent: Thursday, November 10, 2005 1:57 PM
Bernardo casou-se com Francisca Veridiana de Padilha.
Eles tiveram os seguintes filhos:
1.1.2.4 1  Januária Antunes de Siqueira nasceu em 20 janeiro 1843 em Ubá/MG.
batizado a 05.02, na Matriz de São Januário de Ubá 
[Livro 1.ð de batizados, fl. 12).
1.1.2.4 2  Jesuíno Antunes de Siqueira nasceu em 23 outubro 1844 em Ubá/MG.
batizado a 31.10, na Matriz de São Januário de Ubá 
[Livro 1.ð de batizados, fl. 37).
1.1.2.4  Bernardo Antunes de Siqueira nasceu em 25 dezembro 1848 em Ubá/MG.
falecido a 25.12.1848, no parto, em Ubá [São Januário, 
Livro 1.ð de óbitos, fl. 46).

1.1.2.5    FELICIO ANTUNES DE SIQUEIRA
nasceu em Ubá/MG. Ele faleceu em Ubá/MG.
Felício casou-se com Joaquina Roza.
Eles tiveram os seguintes filhos
1.1.2.5.1 Cândida Antunes de Siqueira nasceu em Ubá/MG.
Cândida casou-se com Orlando Silva.
1.1.2.5.2 Antonio Antunes de Siqueira nasceu  em 1853 e faleceu em 23 fevereiro 1935.

1.1.2.6      MARIANO ANTUNES DE SIQUEIRA  

1.1.2.7       JOSÉ ANTUNES DE SIQUEIRA 
José casou-se com Laura Pereiroga Franco.
Ele teve o seguinte filho:

1.1.2.7.1Tobias Antunes Franco de Siqueira Tollendal 

 nasceu em 1847 em Rio Novo/MG. Ele faleceu em 26 agôsto 1904 em Juiz de Fora/MG.

 ----- Original Message ----- From: "F. Tollendal" <tollendal@operamail.com>To: "Waldir Domingues de Araújo" <selwa@uai.com.br>Sent: Friday, March 24, 2006 1:11 

 Prezado Primo,
 
Minucioso como é, imagino que já deva ter os dados que reproduzo  abaixo. Se não for o caso, pode ser que alguma coisa lhe interesse.Aceite meu abraço,
Fernando Tollendal - Brasília (DF)

 José Antunes de Siqueira casou-se com Laura Pereiroga Franco.

Eles tiveram o seguinte filho:

 Tobias Antunes Franco de Siqueira nasceu em 1847 em Rio Novo/MG e  faleceu em 26

 agôsto 1904 em Juiz de Fora (MG).

 Tobias casou-se com Minervina Amelia Spindola e, em segundas núpcias, 

com Carolina Bello BarbosaEstudou Direito em São Paulo (SP). Tribuno forense, chefe

 político na Zona da Mata, foi também fazendeiro em Rio Novo (MG).Deputado da Província 

de Minas Gerais em 1886, foi membro da Assembléia Municipal Republicana em 1891.

 Residiu em Juiz de Fora (MG), no Largo do Riachuelo. Moprreu em 26 Aug 1904 em Juiz

de Fora (MG). Acrescentou Tollendal ao seu nome quando ainda estudante, em São Paulo

 (SP). Ingressou na Faculdade de Direito de São Paulo em 1865 e colou grau de  Bacharel 

em 31-nov-1869. Na entrada do fórum de Juiz de Fora, às 11 horas do dia 16.8.1904, 

Tobias recebeu um tiro nas costas, vindo a falecer onze dias depois, em  26.8.1904 (*).

Excerto do necrológio publicado pelo 'Jornal do Commercio' do dia  27.8.1904:

 "Aos 53 anos, faleceu ontem, às 6 horas da tarde, vítima de  ferimentos recebidos 

de Antônio Ribeiro de Miranda, o Dr.Tobias Antunes  de Siqueira Tollendal. Natural de Rio

Novo, bella inteligência para  letras, bacharelando-se aos 19 anos, promotor da Comarca 

do Pomba, Juiz  Municipal de Rio Novo, Deputado Provincial por este distrito. Advogado, 

 exerceu sua profissão na vizinha Comarca de Rio Novo e nesta, onde fixou  residência em

 1893 ... ... um dos mais notáveis advogados mineiros,  orador fluente ... Casado a primeira

 vez com Minervina Spíndola,  deixando três filhos: Carmelinda, Letícia e Teobaldo. 

Casado segunda vez  com Carolina Bello Tollendal."Minervina Amelia Spindola casou-se com

 Tobias Antunes Franco de Siqueira  Tollendal.

 Eles tiveram os seguintes filhos:

 Carmelinda de Siqueira Tollendal nasceu em 5 junho 1885 em Rio Novo/MG.

 Leticia de Siqueira Tollendal nasceu em 16 setembro 1887 em Ouro Preto/MG.

Teobaldo de Siqueira Tollendal nasceu em 2 dezembro 1892.

Celestina de Siqueira Tollendal nasceu em 24 janeiro 1894.

Tobias Antunes Franco de Siqueira Tollendal nasceu em 1847 em Rio Novo  (MG). 

Ele faleceu em 26 agôsto 1904 em Juiz de Fora/MG. Tobias casou-se  com Carolina Bello

Barbosa em 2 outubro 1897 em Juiz de Fora/MG.

 Segundo casamento: Spindola, Minervina Amelia. Carolina Bello Barbosa 

nasceu em 1864 em Simão Pereira (MG). Ela  casou-se com Tobias Antunes Franco de 

Siqueira Tollendal em 2 outubro  1897 em Juiz de Fora (MG).

O casamento foi realizado em 2.10.1897, às 18 horas, na Rua 

Direita, nð  31, residência de D.Zepherina Alves de Oliveira Bello, sendo testemunhas

 Eduardo de Andrade, industrial, 43 anos, e Eugênio Fontaínha,  negociante, 38 anos.

 Carolina Bello BARBOSA foi batizada em 1864, em Simão Pereira, Minas  Gerais. Mudou o nome para Carolina Bello Tolendal ou Carolina Bello  Lisboa de Siqueira Tollendal.

(*) - Quando ainda criança, ouví de Tia Letícia (minhaq tia-avó) que seu  pai, numa ação de

 despejo, fizera o oficial de justiça destelhar a casa  onde morava Antônio Ribeiro de Miranda,

 o assassino, que se recusava a  cumprir ordem judicial para desocupação, alegando 

que sua mulher estava  grávida e que não tinha para onde ir. Como 

vingança, atirou em meu  bisavô à traição, quando ele subia a 

escadaria do forum de Juiz de Fora.

Tobias casou-se com (1) Minervina Amelia Spindola.

Eles tiveram os seguintes filhos

           1.1.2.7.1.1 Carmelinda de Siqueira Tollendal nasceu em 5 junho 1885 em Rio Novo/MG.

           1.1.2.7.1.2 Leticia de Siqueira Tollendal nasceu em 16 setembro 1887 em Ouro Preto/MG.

            1.1.2.7.1.3  Teobaldo de Siqueira Tollendal nasceu  em 2 dezembro 1892.

            1.1.2.7.1.4  Celestina de Siqueira Tollendal nasceu  em 24 janeiro 1894. 

Tobias também casou-se com1 (2) Carolina Bello Barbosa, filha de João Augusto de Oliveira Bello e Zeferina Alves

 Barbosa, em 2 outubro 1897 em Juiz de Fora/MG. Carolina nasceu em 1864 em Simão Pereira/MG.

O casamento foi realizado em 2.10.1897, às 18 horas, na Rua Direita, nð 31, 

residência de D.Zepherina Alves de Oliveira Bello, sendo testemunhas Eduardo 

de Andrade, industrial, 43 anos, e Eugênio Fontaínha, negociante, 38 anos. (E-Mail de

Fernando Arthur Tollendal Pacheco de 22 de Janeiro de 2002).  Carolina Bello BARBOSA

 was baptised in 1864 in Simão Pereira, Minas Gerais.

She changed name at marriage to Carolina Bello Tolendal ou  Carolina Bello Lisboa de

 Siqueira Tollendal.

1.1.2.8      JOAQUIM ANTUNES DE SIQUEIRA

1.1.2.9  MANOEL ANTUNES DE SIQUEIRA

1.1.2.10 DOMINGOS ANTUNES DE SIQUEIRA
- nasceu  em 1823.

1.1.2.11      JUSTINO ANTUNES DE SIQUEIRA

1.1.2.12   FRANCISCA ANTUNES DE SIQUEIRA

1.1.2.13   ANA ANTUNES DE SIQUEIRA

1.1.2.14 MARIA ANTUNES DE SIQUEIRA

1.1.2.15   MARIETA ANTUNES DE SIQUEIRA

Nota:

----- Original Message ----- 
From: "Cau Barata"
To: <GenealBr
Sent: Thursday, November 17, 2005 1:06 PM

Subject: Re: [GBr] Mesquita(s) - e Antunes Siqueira p/ FORAIN e 
BRUNO e WALDIR
Prezado e ilustre amigo D. Bruno, 
 
Os nomes destes patriarcas Francisco Antunes-de Siqueira e de 
Maria Angélica de Magalhães, os tirei na leitura do casamento de 
seu filho Domingos Antunes de Siqueira, nascido em 1823, casado
na Cidade de Ubá, Igreja Matriz de Saõ Januário (Livro 1.ð de
Matrimônios, fl. 7), com Maria Emília de Oliveira, nascida em 1829,
 
filha o Alferes João Antunes Nepomuceno e de Francisca CandidaUmbelina.
 
Abraços
 
Cau Barata
Batismos  Barbacena - matriz aos 22-09-1766 FRANCISCO nascido
aos 12, f. de Francisco Antunes Cerqueira natural da freguesia de
N. Sra, da Assunção do Couto de Alboim da Nobrega Arc. de Braga e
s/m Theodosia Pereira natural desta; np de Francisco Antunes e s/m
Izabel Cerqueira naturais da dita freguesia de Assunção; nm de
Jaco Dias de Carvalho natural da ffreguesia de S. Thiago de
Antaens, Com. de Valença Termo de Monção Arc. Braga e s/m
Francisca Pereira da Silva natural da vila de Taubaté Bispado de S.
Paulo. Padr.: o Padre José Dias de Carvalho.  

1.1.3 Anacleto Dias de Siqueira.
Casamentos Barbacena - Bandeira- aos 12-09-1815
Anacleto Dias da Seqr.®, f.l. de Francisco Antunes de Seqr.® e de Theodosia Dias, n/b na
freguesia de Queluz = Maria Querubina de Alvim, f.l. de Jose Per.® de Alvim
e D. Quiteria Umbelina Gomes.

Anacleto casou-se com Maria Querubina de Alvim, filha de Capitão-mór José Pereira Alvim e Quitéria Umbelina Gomes Ferreira.

1.1.4 Joaquim Antunes de Siqueira

 jOAQUIM casou-se com FELICIDADE MARIA DA ASSUNÇÃO. filha de Manoel Lopes
de Faria e Maria Francisca de São José, em 12 setembro 1815.

FILHA:

1.1.4.1 Joaquina Triquina(?) de Siqueira nasceu  em 1839

1.1.4 João Agostinho de Siqueira

 nasceu em 8 agosto 1787 em Comarca do Rio das Mortes Bispado de Marianna.